iPhone 15 terá tela com baixo consumo de bateria ( Imagem: FreepikP)

Se tem uma coisa que a maioria dos usuários da Apple reclama, é sobre a necessidade de carregar várias vezes a bateria do iPhone. No entanto, a promessa dessa vez é que iPhone 15 terá tela com baixo consumo de bateria.

Ou seja, a marca parece estar atenta às reclamações dos seus clientes e deve criar aparelhos que não exijam recargas constantes.

Quer saber mais sobre essa novidade? Então, veja tudo sobre iPhone 15 e como ele terá tela com baixo consumo de bateria. Confira!

Publicidade

Afinal, que história é essa de iPhone 15 com tela de baixo consumo de bateria?

iPhone 15 terá tela com baixo consumo de bateria ( Imagem: FreepikP)
iPhone 15 terá tela com baixo consumo de bateria ( Imagem: Freepik)

Em primeiro lugar, é bom destacar que o iPhone 15, o aparelho de que deve ser o próximo celular da Apple, está previsto para chegar em setembro. No entanto, não é apenas essa a notícia. Afinal, o novo smartphone deve contar ainda com uma tela de melhor eficiência energética.

Dessa forma, ao que tudo indica, a reportagem do site especializado Economic Daily News, veiculada na última quarta-feira (23), soltou uma suposta novidade: a presença de um novo chip de driver OLED construído a partir do processo de 28 nm (nanômetros) — contra o de 40 nm presente na atual linha do iPhone 14.

Ou seja, além da peça ajudar a reduzir o consumo de energia, ela também melhoraria a vida útil da bateria.

Por outro lado, vale lembrar ainda que esta é a primeira vez que um vazamento sobre o componente sai na imprensa.

Afinal, a especulação sobre o novo chip do display OLED do iPhone 15 se une a um pacote de conversas que aumentam cada dia mais.

Publicidade

Entre as informações que circulam, está ainda de que o próximo celular da gigante americana pode ser o primeiro da marca sem botões mecânicos.

O que mais se sabe sobre o novo modelo

Além disso, é bom lembrar que, apesar de o processador “dedicado” da tela OLED ser pouco falado nas fichas técnicas e reviews, a verdade é que ele desempenha um papel importante no funcionamento do dispositivo.

Afinal, o chip que fica entre o processador principal e o display é o responsável por gerenciar a ativação individual de cada pixel no painel.

Isso porque, com a tecnologia OLED, cada pixel preto de uma imagem reproduzida se traduz em um pixel que fica desligado na tela.

Fabricação a vista

Apesar da informação dar mais foco no novo método de fabricação do chip, a verdade é que ainda existem dúvidas sobre se a Apple implementaria a solução em toda a linha do iPhone 15.

Nesse sentido, uma hipótese é a de que o componente deveria estar disponível apenas nos modelos mais caros da geração de 2023.

Por outro lado, vale mencionar também que o site também contou que a alta demanda da Apple por chips “provavelmente causará uma escassez da indústria” na produção de 28 nm.

Publicidade

Dessa forma, a suposta atualização teria a ver com o processo de migração desempenhado pela LX Semicon e Samsung System LSI (as principais fornecedoras de chips de acionamento OLED da Apple).

Por essa razão, as empresas estão mudando o processo de fabricação dos chips hoje em dia.

Assim, segundo o Economic Daily News, a Apple aproveitaria as novas linhas de produção, mas também obrigaria outros fornecedores estratégicos a acelerarem a adoção ao novo padrão.

Veja também: Conheça o primeiro smartwatch do mundo

Por isso, agora que você sabe tudo sobre o novo modelo que terá uma bateria muito mais longa, é só aguardar sua chegada para aproveitar!

Continue navegando com a gente!