ídolo no Flamengo

O lado rubro-negro do Rio de Janeiro vive um estado de glória há algum tempo. Há muitos protagonistas dentro de campo, é verdade. Mas, graças à diferença feita em momentos decisivos, fica fácil afirmar: Gabigol ganha status de ídolo no Flamengo. 

O último dia de êxtase do camisa 9 veio na final da Libertadores contra o Athletico. Na ocasião, ele marcou o gol do título, o único do confronto, inclusive, sendo escolhido craque da partida em Guayaquil.

Publicidade

Números do novo ídolo do Flamengo

Mesmo jovem, com 26 anos o atacante já acumula 11 títulos com a camisa do Flamengo, durante quatro temporadas. Assim, no número de conquistas, está atrás apenas de Zico, o que comprova a idolatria por parte da torcida.

Na atual temporada, Gabigol tem muito o que comemorar: apesar da mudança no estilo de jogo com a chegada do técnico Dorival Júnior, é bem possível que marque 30 ou mais gols, dividindo a artilharia do clube com Pedro.

Publicidade
ídolo no Flamengo
(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Leia também: aprenda a assistir críquete ao vivo

Perfil ‘colaborativo’ do jogador

É importante lembrar que quando o treinador era Paulo Souza, Gabigol e Pedro raramente eram escalados na mesma formação. O novo comandante, por outro lado, encontrou uma forma de os dois jogarem juntos, principalmente após a grave lesão sofrida por Bruno Henrique. 

Com a mudança de escalação, Gabigol passou a ser um atleta de mais contribuição geral, eventualmente priorizando assistências em relação aos gols. O comportamento abriu espaço para Pedro balançar mais as redes e até mesmo passar à frente na concorrência por uma vaga na lista da próxima Copa do Mundo, enchendo os olhos de Tite. 

E aí, concorda que o camisa 9 já é ídolo no Flamengo? Ah, e não se esqueça de conferir outros conteúdos do portal Babado Digital!

Publicidade